A escolha profissional é uma etapa da vida que pode ser um momento de convicção para alguns e total desespero para outros. Seja por saber o que gosta, seja por gostar de muitas coisas e não saber por qual seguir. Então, as oportunidades que são dadas a nós, alunos, para conhecermos mais sobre o mundo fora das questões das nossas vidas escolares são extremamente importantes.

Assim, a Jornada de Profissões foi uma experiência fantástica, uma vez que a mesma estava muito bem organizada, a variedade de cursos e palestrantes foi bem representativa para todos os gostos e, até mesmo, para os que ainda estão incertos. As colocações feitas tanto nas Rodas de Conversa quanto nas trilhas com as universidades presentes, mostrou competência e profissionalismo.

De maneira geral, toda a participação e construção deste projeto foi muito enriquecedora. Deste modo, eu pude conhecer caminhos profissionais totalmente divergentes e controversos, mas interessantíssimos. No fim de toda a programação, eu fiquei exausta, mas muito feliz e orgulhosa pelo empenho e toda a dedicação das  pessoas envolvidas com o propósito de tornar este momento de pandemia, dúvidas e receios um pouco mais descontraído e acolhedor aos discentes, docentes e responsáveis.  

Júlia Sardinha Domingues – 2ª EM

Devido à situação de isolamento social e crise pandêmica, neste ano os colégios Oswald de Andrade, Elvira Brandão e Piaget se reinventaram e adaptaram a Feira de Profissões ao meio virtual, reunindo instituições e promovendo palestras, interações virtuais e vários conteúdos disponibilizados no site.

Ademais, foi surpreendente a eficácia das palestras e, principalmente, das Rodas de Conversa, que serviram como uma excelente maneira de interação entre realidades distintas, abrangendo desde os universitários até profissionais consolidados e experientes em suas áreas. Houve o compartilhamento de conhecimentos, experiências, lições e diversos outros aspectos que permeiam a vida no mercado de trabalho e que são extremamente relevantes.

Daniella L. Gravito – 2ºEM

No dia 12 de setembro de 2020, eu, Julia Lima,  estudante da 2ª série EM do Colégio Piaget, tive a oportunidade de participar da “Jornada de Profissões” que foi oferecida pelo grupo OEP (Colégio Oswald, Colégio Elvira Brandão e Colégio Piaget).

Não pude aproveitar todas as experiências que me foram oferecidas, mas pouco que pude desfrutar, foi enriquecedora. Tive a oportunidade de assistir à palestra de abertura com o Tiago Tamborini que me fez refletir sobre os meus desejos e como colocá- los em prática.

Julia Constantino Lima- 2ªEM

A Jornada de Profissões foi um evento incrível e que com certeza foi preparado com muito carinho. Ademais, contou com toda a atenção e disponibilidade para os alunos. Algo que me surpreendeu foi o fato da Plataforma não ter dado nenhum tipo de problema, ação que ocorreu frequentemente em outras feiras que presenciei. 

As universidades convidadas foram motivos de muita euforia para alguns alunos, pois para grande parte, a sua opção profissional não se encontra facilmente em relação às demais. Contudo, as palestras e as Rodas de Conversa possuíam um nível de fluidez e compromisso  absurdo, uma vez que as diversas profissões que,  mesmo para nós alunos não parecem se relacionar, foram conectadas e para tal ato, percebe-se que ambas se complementam.

Victória Sardinha Domingues- 2ª EM

Queria parabenizar a iniciativa da minha escola e de suas parcerias que trouxeram uma Feira on-line  a “Jornada de Profissões”, que foi realmente muito boa e bem organizada, me fez sentir bem, por  saber que a instituição escolar que me situo,  se importa tanto com o nosso futuro profissional, e poder estar em um ambiente familiar, junto de meus colegas, só favoreceu a minha experiência.

E falando mais sobre a Feira em si, algo que me ajudou muito, o  esclarecimento de  dúvidas que eu tinha em relação a como vai ser depois da formação e ao cotidiano da profissão. O  que foi ainda mais significativo para mim foi a participação da Carolina Mendes Cruz, que é uma estudante da área de saúde da USP, isso então integra dois de meus objetivos futuros, de grande importância poder fazer perguntas a ela, realmente muito gratificante.

Davi  Massei – 2ª EM

Foi um evento super tranquilo, sem complicações e fácil de acessar, com intervalos ótimos durante as palestras, pausa para almoço, Roda de Conversa e acesso para algumas faculdades. A jornada teve início às nove horas, a abertura do evento feita pelo Tiago Tamborini, com sua palestra super convidativa, até os meus familiares participaram e apreciamos. Eu, particularmente, adorei essa palestra, posso até dizer que foi uma das melhores que eu já assisti. 

 Para mim o evento trouxe diversas informações novas, eu só tenho uma reclamação, a quantidade de áreas presentes foi pouca, talvez por ser a primeira vez on-line, tirando isso estava bem completo.

Julia Gonçalves Ferreira – 1ª EM

Creio que a Jornada Profissional foi uma experiência gratificante. Essa Feira me ajudou a refletir melhor sobre minhas escolhas no âmbito profissional e analisar muitas áreas com novas perspectivas. Contudo, pude notar pequenos pontos negativos marcantes para minha experiência.

Em suma, a Plataforma foi uma ótima base sem apresentar nenhum tipo de problema, aliás bem simples para o uso. Ademais, o acréscimo de palestras direcionadas para os pais em relação ao auxílio que poderiam dar em meio a decisão de seus filhos.

Lara Barboza Gomes da Silva- 1ª EM

Essa Feira de Profissões, por mais atípica que tenha sido, contando com tudo que está acontecendo no mundo, foi ótima, superando todas as minhas expectativas, e indo muito além do que todas as outras feiras.

Me senti super confortável na Feira, pois foi um projeto muito bem organizado, tanto em relação ao entrar nos links como durante a reunião, o tempo foi bem otimizado, respeitando a todos e aos profissionais respondendo para os estudantes com muito êxito.

A Jornada de profissões me mostrou algo do qual eu prezo muito, mas vejo pouco em algumas feiras, que não é apenas o que é aquela profissão em si, mas como aqueles profissionais chegaram até lá, sem romantizar nada e sim compartilhar experiências, boas e ruins e mostrando o lado mais humanizado das áreas. Nos foi apresentado muito mais a  preocupação que devemos ter com a sociedade e o retorno do nosso desempenho  para um real significado como  pessoas e profissionais no futuro.

Catarina  Fernandes Gomes- 3ªEM

5 1 vote
Article Rating